Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Exportações Portuguesas de Bens crescem 18,0% em 2011 (Janeiro a Maio) | Amar Portugal

Artigo

  • on 10.08.2011
  • at 08:32 AM
  • by silvia

Exportações Portuguesas de Bens crescem 18,0% em 2011 (Janeiro a Maio) 0

De acordo com dados do INE – Instituto Nacional de Estatística, nos primeiros cinco meses de 2011 as exportações portuguesas de bens ascenderam a 17.314 milhões de euros (MEur), que corresponde a um crescimento nominal em valor de 18,0%, relativamente ao período homólogo de 2010.

A taxa de cobertura das importações pelas exportações situou-se nos 69,8%, o que significa um aumento de 4,4 pontos percentuais (p.p.) face a igual período do ano anterior (65,4%). O défice comercial diminuiu 3,5%, com as importações a aumentarem 10,6%.

As vendas Intra e Extracomunitárias apresentaram variações homólogas positivas no período em análise, respectivamente de 18,4% e 17,0% com a União Europeia a representar 75,8% das nossas exportações totais (75,6% em Janeiro/Maio de 2010), e a contribuir com 13,9 p.p. para o crescimento global de 18,0%.

Os Países Terceiros diminuíram a sua participação nas exportações globais em 0,2 p.p. (de 24,4% em Janeiro/Maio de 2010, para 24,2% em 2011), registando uma contribuição de
4,2 p.p. para o crescimento total.

Em termos mensais, as vendas globais de bens ao exterior aumentaram 7,8% face a Abril de 2011 (variação em cadeia), e 21,1% comparativamente a Maio de 2010.

Por grupos de produtos, as Máquinas e Aparelhos constituíram a principal exportação com uma quota de 14,4% das exportações totais, seguindo-se os Veículos e Outro Material de Transporte (13,6%), Metais Comuns (8,5%), Plásticos e Borracha (7,0%),
Combustíveis Minerais (6,5%), Químicos (5,9%), Vestuário (5,6%), Pastas Celulósicas e Papel (5,5%), Minerais e Minérios (5,3%) e Agrícolas (5,0%).

De destacar os aumentos das exportações de Veículos e Outro Material de Transporte (559 MEur; 31,2%), Químicos (299 MEur; 40,9%), Metais Comuns (271 MEur; 22,7%), Máquinas e Aparelhos (239 MEur; 10,6%), Plásticos e Borracha (202 MEur; 19,9%), Agrícolas (149 MEur; 20,6%), Pastas Celulósicas e Papel (144 MEur; 17,8%), Minerais e Minérios (130 MEur; 16,7%) e Matérias Têxteis (116 MEur; 18,8%). Nenhum grupo registou crescimento negativo.

Por mercados clientes, Espanha foi o principal destino das nossas exportações de bens com uma quota de 25,9% (27,2% em Janeiro/Maio de 2011), seguindo-se a Alemanha (13,9%),
França (12,7%), Reino Unido (5,0%), Angola (4,6%), Países Baixos (4,1%), Itália (3,8%),
EUA (3,5%), Bélgica (3,0%), Brasil (1,3%), Suécia (1,1%), México (1,0%) e Argélia (1,0%).

Com um aumento em valor de 517 MEur e 27,4 em percentagem face a Janeiro/Maio de 2010, a Alemanha apresenta o contributo positivo mais influente para o crescimento global das nossas exportações, seguindo-se a Espanha (489 MEur; 12,3%) e a França (407 MEur; 22,8%). A principal contribuição negativa para o crescimento das exportações foi originada por Gibraltar, ao registar uma variação homóloga de -26 MEur (-25,7%).

Informação estatística disponível na Livraria Digital

http://www.portugalglobal.pt/PT/Biblioteca/Paginas/Detalhe.aspx?documentId=7d480b13-e0c8-4acc-9e70-0e3e91bd7d8d

Fonte: aicep Portugal Global

receba os comentários por RSS

Não há nenhuns comentários a este post

Faça parte da Tribo. Deixe o seu comentário.

* estes campos são obrigatórios

*

design by amarportugal
powered by connectbox